Óleos base, o alicerce de um lubrificante

Óleos base, o alicerce de um lubrificante

Os óleos base compõem 70% a 90% de um lubrificante. Como resultado, a escolha de óleos base é essencial para a qualidade do lubrificante.

Existem três tipos de óleos base: óleos base minerais, óleos base semissintéticos e óleos base sintéticos. Os óleos minerais são refinados a partir de petróleo ou óleos usados. Os óleos sintéticos são totalmente formulados à base de químicos e os óleos semissintéticos são uma mistura de óleos base minerais e sintéticos.

Devido à evolução tecnológica do design de motores ao longo dos últimos 10 a 15 anos, assistimos a uma forte evolução na direção dos óleos semissintéticos e sintéticos. No passado, era possível utilizar um óleo mineral para praticamente qualquer tipo de motor. Mas os mais recentes designs de motor já não suportam este tipo de óleo. Antes de explicar a crescente necessidade de óleos sintéticos, observemos as características e o objetivo dos óleos base.

Características dos óleos base

A escolha de óleos base irá definir a viscosidade, ou espessura, do lubrificante. A espessura de um lubrificante é muito importante, pois tem de ser suficientemente fina para alcançar as diferentes peças dos automóveis, mas não pode ser demasiado fina pois tem de proteger as peças metálicas dos automóveis contra a fricção. A dificuldade está no facto de a viscosidade do óleo ser muito suscetível a fatores externos, especialmente às mudanças de temperatura. Quando a temperatura sobe, o óleo torna-se mais fluido. Por outro lado, quando ocorre uma diminuição da temperatura, o óleo torna-se mais espesso.

As vantagens dos óleos base sintéticos

Os óleos base sintéticos são desenvolvidos através de determinados processos químicos que melhoram o respetivo desempenho, graças à sua pureza e estrutura molecular consistente. Devido ao tamanho e forma consistente das moléculas, ocorrerá menos fricção entre as superfícies metálicas. Adicionalmente, os óleos sintéticos são mais resistentes às mudanças de temperatura e aos processos de oxidação, o que significa que irão proporcionar uma vida útil mais prolongada e maior controlo do desgaste.

Resumindo, os óleos base sintéticos dispõem de uma qualidade mais elevada do que os óleos base minerais. E os mais recentes designs de motor requerem este tipo de óleos base de qualidade elevada para formar, em combinação com aditivos, um lubrificante de qualidade elevada.

Isto significa que os óleos minerais são maus? Nada disso! Alguns veículos continuam a funcionar na perfeição com óleo base mineral. No entanto, é importante saber que existe uma grande diferença entre os tipos de óleo, e certificar-se de que seleciona o lubrificante certo para o seu veículo específico.

Para saber qual o lubrificante perfeito para o seu veículo, venha conhecer a nossa ferramenta de recomendação de produtos intuitiva, disponível no nosso website: www.wolflubes.com

Next Post:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *